31 de dezembro

Agronegócio tem safra recorde

Expansão do crédito e alta dos preços das commodities geram boom agrícola

A safra de grãos 2009/2010 bate recorde de volume: são 148,9 milhões de toneladas — resultado 10,3% superior ao do ano passado —, com destaque para o milho e a soja. Desde a safra 2001/2002, a produtividade do agronegócio no Brasil apresenta crescimento de 55,9% e vem batendo sucessivos recordes.  

O aumento da disponibilidade de recursos, a redução das taxas de juros e o seguro rural deram sustentabilidade à política de expansão do crédito rural de incentivo ao agronegócio.

O momento era propício, com o aumento significativo do preço das commodities no mercado internacional, gerando recordes sucessivos de superávit na balança comercial do setor.

Em 2010, o agronegócio corresponderia a 23,54% do PIB nacional. Até aquele ano, o orçamento da União para a produção rural quadruplicaria em relação a 2002, passando de R$ 24,7 bilhões para R$ 116 bilhões, e o volume de recursos de apoio à comercialização aumentaria dez vezes entre 2003 e 2010.

De 2002 a 2010, o Brasil consolidaria sua posição de liderança mundial na exportação de café, açúcar, suco de laranja, carne bovina, carne de frango, soja em grãos e milho.

Novo recorde de produção de grãos seria alcançado no período 2010/2011, com volume de 157,4 milhões de toneladas.