18 de novembro

Alunos jogam ovos em Kissinger na UnB

Ex-secretário de Estado dos EUA sai do campus dentro de um camburão

Cerca de 400 estudantes cercam o auditório da Universidade de Brasília (UnB), onde o ex-secretário de Estado dos EUA Henry Kissinger faz uma conferência a convite do reitor da universidade, capitão-de-mar-e-guerra José Carlos Azevedo. Ovos, tomates e areia são lançados contra as portas do auditório.

Os estudantes reclamavam da presença no campus de um dos responsáveis pela escalada da guerra do Vietnã nos governos Lyndon Johnson e Richard Nixon. Protestavam também contra o fato de o norte-americano ter recebido US$ 15 mil pela conferência. Parlamentares do PMDB, PDT e PT apoiaram a manifestação.

Kissinger, o reitor Azevedo e outras autoridades tiveram de esperar a chegada da tropa de choque para deixar o auditório. O ex-secretário de Estado reclamou, mas teve de entrar em um camburão da polícia para escapar dos ovos e tomates. O chefe do Gabinete Civil, Leitão de Abreu, foi atingido por dois ovos. O reitor Azevedo solicitou à Polícia Federal a identificação e a abertura de inquérito para punir os manifestantes.