24 de abril

Betinho se lança em cruzada pela vida

Ação da Cidadania põe a questão da fome na agenda pública e da sociedade

O sociólogo e ativista dos direitos humanos Herbert de Souza, o Betinho, juntamente com outros participantes do Movimento Pela Ética na Política, lança a Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e Pela Vida. Cidadãos, entidades e empresas são convocados a ajudar no combate à fome, principalmente por meio de doações de alimentos. Naquele ano, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mapeou pela primeira vez a miséria no país, constatando que mais de 32 milhões brasileiros viviam abaixo da linha da pobreza.

A iniciativa liderada por Betinho visava contribuir para o combate dessa situação calamitosa, que recebia pouca atenção por parte do poder público. Comitês independentes foram organizados para arrecadar mantimentos. Artistas promoveram shows e eventos em apoio à causa. Segundo o Ibope, cerca de 30 milhões de pessoas contribuiriam para a campanha ao longo de 1994. A sensibilização da sociedade para o problema da miséria levaria o governo Fernando Henrique Cardoso a criar os primeiros programas sociais.

Ao tomar posse, em 2003, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançaria o programa Fome Zero, que evoluiria para o Bolsa Família, programa de transferência de renda considerado referência internacional para políticas de combate à pobreza e à desigualdade.