17 de novembro

Começa a revolução de veludo em praga

Manifestações na Tchecoslováquia exigem liberdades democráticas

Manifestantes liderados pelo dramaturgo Václav Havel saem às ruas de Praga, na então Tchecoslováquia, em protestos pacíficos, reivindicando liberdades políticas perdidas com o endurecimento do regime comunista após a Primavera de Praga. Esse movimento ocorrido em 1968, que havia pleiteado reformas liberalizantes, terminou com a invasão da capital tchecoslovaca por tanques soviéticos.

A manifestação inicial de 1989 também foi interrompida pela polícia, com saldo de inúmeras detenções e manifestantes feridos, mas a repressão não conseguiu impedir que vários protestos eclodissem na cidade.  As principais reivindicações eram abertura política, fim da censura à imprensa e do unipartidarismo e transição para economia de mercado.

Por um acordo diplomático, Havel assumiu a Presidência do país. A Revolução de Veludo levou à retirada pacífica das tropas soviéticas do país e às eleições parlamentares de 1992. Seu desfecho ajudou a acelerar o fim do regime comunista na antiga União Soviética.