Página 1

Povo exige ir às urnas

Diretas-já

A ditadura militar já durava 20 anos quando milhões de pessoas em todo o Brasil foram às ruas em 1984, num movimento de massas sem precedentes, pedir a volta das eleições diretas para presidente e o fim do regime militar. O povo brasileiro já deixara patente seu repúdio à ditadura nas eleições de 1974, quando impôs uma espetacular derrota ao partido oficial, a Arena, votando maciçamente no único partido de oposição permitido, o MDB. Já forçara a “abertura lenta, gradual e segura” com a campanha da anistia, que resultou na lei de 1979. Em 1982, nas primeiras eleições diretas para governador, a oposição ganhara em dez Estados  – e nos mais populosos. Com as grandes manifestações de 1984, na maior campanha cívica já ocorrida no país, as Diretas-Já, o povo brasileiro cobrou o imediato fim do regime militar e o direito de escolher logo seu maior governante.