4 de outubro

Avança a Marcha para o Oeste

Governo cria a Fundação Brasil Central para desbravar vazios demográficos

O presidente da República baixa decreto instituindo a Fundação Brasil Central, com o objetivo de “desbravar e colonizar as zonas compreendidas nos altos rios Araguaia, Xingu e no Brasil Central e Ocidental”.

Em agosto de 1940, em Goiânia, Getúlio já dissera que “o verdadeiro sentido de brasilidade é rumo a Oeste”. Falando de improviso, na inauguração da Associação Cívica Cruzada Rumo ao Oeste, o presidente afirmou que “o programa de rumo ao Oeste é o reatamento da campanha dos construtores da nacionalidade, dos bandeirantes e dos sertanistas, pela integração dos modernos processos de cultura. Precisamos promover essa arrancada, sob todos os aspectos e com todos os métodos, a fim de suprimirmos os vácuos demográficos do nosso território e fazermos com que as fronteiras econômicas coincidam com as fronteiras políticas”.

E concluiu: “Eis o nosso imperialismo. Não ambicionamos um palmo de território que não seja nosso, mas temos um expansionismo, que é o de crescermos dentro das nossas próprias fronteiras”.