25 de março

Funcionalismo adere às greves

Servidores públicos participam em massa de paralisações em todo o país

Docentes das universidades federais param em todo o país, reivindicando uma pauta comum a toda a categoria, encabeçada pela implantação de Plano Único de Carreira para os professores. Essa foi uma das greves de servidores públicos que ocorreram ao longo de 1987 e às quais houve adesão em peso do funcionalismo. Segundo cálculos das entidades de classe, 75% do funcionalismo público participaram de paralisações no mês de junho.

Esse fato novo decorreu tanto do fortalecimento das associações e entidades dos servidores quanto do agravamento da situação econômica, marcada pela inflação e pelas perdas salariais provocadas pelo fracasso sucessivo de dois planos econômicos. A greve das universidades federais durou 44 dias.