Julho

Golpe alcança o cinema nacional

Premiado em Berlim, 'Os Fuzis' mostra realidade banida das telas do Brasil

O golpe militar interrompeu a produção dos documentários "Cabra Marcado para Morrer", de Eduardo Coutinho, e "Maioria Absoluta", de Leon Hirszman. Registro documental da vida de João Pedro Teixeira, líder camponês da Paraíba assassinado em 1962, o filme de Coutinho seria concluído somente 20 anos depois. "Maioria Absoluta", que mostra as condições de vida dos trabalhadores do campo e a desigualdade social no país, ficaria proibido até 1980.

Em julho de 1964, "Os Fuzis", de Ruy Guerra, ganha o Urso de Prata, em Berlim. Obra que consagrou a carreira do diretor, o filme conta a história da tentativa de invasão e saque de um depósito de alimentos no sertão da Bahia por um grupo de flagelados da seca.