14 de abril

Governo proíbe revistas de sexo

Ministro diz que publicações tornam sociedade suscetível ao comunismo

A Polícia Federal proíbe a circulação de 46 revistas estrangeiras e 14 nacionais, inclusive as de humor, como "Garotas e Piadas", "Evas" e "Bom Humor", por “atentarem contra a moral e os bons costumes”. Ficaram proibidas de circular no Brasil "Playboy", "Penthouse" e "Playman".

Alfredo Buzaid, ministro da Justiça, justificou que moral, bons costumes e segurança nacional “são temas entrelaçados e, se não merecem a devida atenção do governo, enfraquecerão a sociedade, tornando-a mais permeável às investidas do comunismo internacional”. No pacote, a Polícia Federal também proíbe a circulação de revistas de atualidades, como as alemãs "Stern" e "Der Spiegel", que faziam cobertura crítica das violações de direitos humanos no Brasil.