12 de outubro

Cristo Redentor é inaugurado no Rio

Estátua, feita de pedra-sabão e granito, tem 30 m de altura e veio da França

O Cristo Redentor está abençoado e de braços abertos para a baía da Guanabara, no Rio de Janeiro. No dia de Nossa Senhora Aparecida — consagrada em 1930 padroeira do Brasil pelo papa Pio 11 —, a colossal estátua de Cristo feita de granito e pedra-sabão, com 30 metros de altura sobre o morro do Corcovado, é inaugurada em cerimônia com a presença das mais altas autoridades do mundo político e religioso.

Após a bênção do monumento e a missa inaugural, o arcebispo de Porto Alegre, d. João Becker, falou em nome da Igreja Católica: “o povo brasileiro, para ser feliz, precisa organizar suas instituições sociais e políticas de acordo com as leis divinas”.

O monumento foi construído na França pelo artista franco-polonês Paul Landowsky, baseado em projeto de 1923 do engenheiro brasileiro Heitor da Silva Costa. Veio ao Brasil de navio, em pedaços separados, e montado sobre o morro do Corcovado.