15 de março

Metalúrgicos param e ocupam a Belgo

Greve vitoriosa na siderúrgica de Minas deflagra onda nacional de paralisações

Metalúrgicos da Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira, de Contagem (MG), entram em greve e ocupam a usina.  A Justiça determina a reintegração de posse e aciona a Polícia Militar para o seu cumprimento. Entretanto, as negociações entre a diretoria da empresa e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) chegariam a bom termo. A Belgo aceitou a maioria das reivindicações dos operários.

A vitória da greve serviria de estopim para outras paralisações por aumentos de salários. Nos meses seguintes, parariam os trabalhadores da Companhia Vale do Rio Doce, em Minas, os ferroviários de São Paulo, os portuários de Santos, os metalúrgicos do ABC e de São José dos Campos (SP) e os bancários, que organizam uma greve nacional.