22 de julho

'Hora do Brasil' agora é obrigatória

Antigo 'Programa Nacional' passa a ser transmitido por todas as emissoras

O Departamento Nacional de Propaganda torna obrigatória a transmissão por todas as emissoras de rádio do país do programa “Hora do Brasil”, nova denominação do "Programa Nacional", transmitido desde 1935. O programa dura uma hora e divulga diariamente os atos do Poder Executivo e as realizações do governo federal.

Depois da obrigatoriedade, instituída em 1938, o programa passaria a cumprir três finalidades a partir de 1939, com a transformação do Departamento Nacional de Propaganda em Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP): informativa, cultural e cívica. 

Na parte informativa, divulgaria os atos do presidente da República e seus ministros.

Sua programação cultural incentivaria o gosto pelo que o governo entendia ser "boa música", trazia comentários sobre a arte popular das diversas regiões brasileiras e descrevia os pontos turísticos do país.

A programação cívica consistiria nas narrações de eventos significativos da história nacional — na visão do governo. Além disso, veicularia peças de radioteatro, com encenações de dramas históricos — como a abolição da escravatura e a proclamação da República.