6 de setembro

Golpe põe Argentina sob estado de sítio

Com apoio das oligarquias, Uriburu derruba governo constitucional

Apoiado pela oligarquia conservadora e pela juventude dos bairros elegantes, o general da reserva Félix Uriburu derrota o governo constitucional de Hipólito Yrigoyen.

Inspirado no ditador italiano Benito Mussolini, Uriburu instalou um governo altamente repressivo: fechou o Congresso Nacional, decretou estado de sítio, instituiu lei marcial e censurou a imprensa e ordenou prisões em massa. Além disso, criou um departamento na Polícia Federal para perseguir e prender opositores. Seu chefe de polícia, Leopoldo Lugones, inaugurou no país a prática da tortura com choques elétricos, praticada contra os presos políticos.

O ditador criou tribunais militares especiais para julgar os civis que se opuserem à ditadura. Interveio nas universidades e nos sindicatos e expulsou trabalhadores estrangeiros.

As províncias de Córdoba e Corrientes e a Capital Federal se insurgiram contra o golpe, mas foram derrotadas rapidamente e sofreram intervenção.