23 de outubro

O 'Velho' morre sob as garras de Fleury

Joaquim Câmara Ferreira era sucessor de Marighella no comando da ALN

Joaquim Câmara Ferreira é preso e assassinado em São Paulo. Dirigente histórico do PCB, tinha deixado o partido em que militou por mais de 30 anos para organizar a luta armada contra a ditadura. Junto com Carlos Marighella, foi fundador da Ação Libertadora Nacional (ALN).

Câmara Ferreira, que utilizava os codinomes de “Toledo” e “Velho”, foi o comandante político do sequestro do embaixador dos EUA, Charles Burke Elbrick, em 1969. Com a morte de Marighella, assumiu o comando da ALN. Atraído para uma emboscada pela equipe do delegado Sérgio Paranhos Fleury, foi levado a um sítio clandestino nas proximidades da cidade, onde morreu sob tortura.