20 de janeiro

Obama assume presidência dos EUA

Pela primeira vez, um negro comanda a maior potência econômica do mundo

O democrata Barack Hussein Obama toma posse como primeiro presidente negro da história dos Estados Unidos da América. O evento tem o maior público de todas as posses presidenciais nos EUA: cerca de 1,8 milhão de pessoas acompanham o ato em Washington, DC, que bate recordes de audiência pela internet, com 21 milhões de streamings de vídeo só na CNN. 

Obama nasceu em Honolulu, no Havaí, filho de uma americana branca e de um economista negro do Quênia. Professor de Direito na Universidade de Chicago, iniciou sua carreira política como advogado na defesa dos direitos civis. Foi eleito por três mandatos, entre 1994 e 2004, para o Senado estadual de Illinois. Em 2004, se elegeu senador, quando começa a aparecer no cenário político nacional.

Em junho de 2008, Obama vence a ex-primeira dama e senadora Hillary Clinton nas prévias do Partido Democrata, tornando-se o primeiro candidato negro com chances reais de se tornar presidente do país. No dia 4 de novembro de 2008, é eleito o 44º presidente dos EUA com 52,5% dos votos, contra 46,2% do republicano John McCain. 

Na campanha contra McCain, Obama apostou na crítica à política econômica do presidente George W. Bush, que levara os Estados Unidos à maior crise desde o crash na Bolsa de Valores de 1929, e na insatisfação dos americanos com a Guerra do Iraque. 

A vitória do jovem senador, filho de africano, proveniente de uma família multiétnica e com  sobrenome árabe, traz novos contornos ao cargo de presidente. Com discurso baseado na mudança, Obama se destacou por uma intensa campanha digital, utilizando-se das redes sociais,  especialmente o Twitter, para atrair doadores e eleitores.

Como presidente, Obama decretaria o fim do envolvimento dos EUA na Guerra do Iraque, proporia avanços na área de seguridade social, com  a regulamentação dos planos de saúde, e tomaria algumas iniciativas de estímulo à retomada da atividade econômica e de geração de empregos. 

Obama seria reeleito para um segundo mandato na presidência dos EUA em 6 de novembro de 2012, derrotando o candidato republicano, Mitt Romney.