26 de outubro

Siglas governistas crescem nas cidades

Legendas da base aliada federal saem fortalecidas das eleições municipais

As eleições municipais de 2008 confirmam a tendência de crescimento dos partidos da base do governo federal: o número de prefeituras sob comando do PT cresce 36,1%, de 2004 para 2008, passando a 558. O PT é o partido à frente de mais prefeituras de municípios acima de 200 mil habitantes. O PSB amplia o número de prefeitos em 80,46%, saltando de 174 para 314. O PMDB, que já era o partido a comandar o maior número de municípios em 2004, continua crescendo: passa de 1.060 para 1.207 prefeituras.

Ao mesmo tempo, DEM e PSDB, principais partidos de oposição, veem diminuir o número de prefeituras sob seu comando. Os Democratas perdem 36,9% de suas  administrações de 2004 para 2008, elegendo 501 prefeitos. O PSDB tem queda de 9,43%, conquistando 788 municípios. Ainda assim, o PSDB é o partido com o segundo maior número de prefeituras no Brasil, e o DEM consegue se manter no comando da Prefeitura de São Paulo.

As eleições de 2008 também marcam leve retração na participação de mulheres em cargos eletivos. Há uma diminuição de 0,72% de mulheres  entre os políticos eleitos. Desde 2000, o número absoluto de mulheres eleitas vem caindo.