Dezembro

PCB cria a primeira Liga Camponesa

Entidade se propõe a organizar a luta pela terra em regiões de conflito

É criada a Liga Camponesa de Dumont, distrito de Ribeirão Preto, São Paulo. É o primeiro movimento de trabalhadores rurais sob a influência do Partido Comunista do Brasil (PCB).

A liga de Dumont, como as demais que depois seriam criadas pelos comunistas, seguia a orientação do partido na organização, dentro da lei, das lutas dos trabalhadores rurais. Porém, mesmo tendo funcionamento legal, as ligas foram duramente perseguidas pela polícia e pelos fazendeiros.

Naquele momento, o PCB desfrutava de um curto período de legalidade, que duraria apenas até 1947. Criou as ligas em áreas de conflito agrário, reunindo trabalhadores agrícolas e lavradores, com ações voltadas para resolver as necessidades imediatas dos associados — lutar por melhores condições de trabalho, pela aplicação da legislação trabalhista no campo, por acesso à saúde, construção de escolas e pela redução do preço do arrendamento de pequenas propriedades — e para representar os associados perante o poder público, oferecendo-lhes inclusive assistência jurídica.

Posto na ilegalidade em 1947 (situação que se prolongaria até 1985), o PCB reduziria suas atividades na área rural até 1954, quando voltaria, clandestinamente, a intensificar sua atuação no campo por meio da União dos Lavradores e Trabalhadores Agrícolas do Brasil (Ultab).