25 de janeiro

Porto Alegre abriga encontro global

Fórum Social Mundial nasce com o lema 'Um outro mundo é possível'

Em contraponto ao Fórum Econômico Mundial, realizado anualmente em Davos (Suíça), nasce o Fórum Social Mundial (FSM), um espaço alternativo de reflexão, debate e troca de experiências sobre a realidade mundial. O FSM propõe o desenvolvimento de uma globalização solidária, que leve em conta as exigências sociais e a sustentabilidade e não apenas as metas macroeconômicas.

Para marcar sua posição, durante alguns anos o FSM foi realizado simultaneamente ao Fórum de Davos, que reúne investidores, agentes do mercado financeiro, acadêmicos, governantes e agências multilaterais como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial – símbolo da economia globalizada sob a hegemonia do pensamento neoliberal.  

Nessa primeira edição realizada em Porto Alegre (RS), sob o lema “Um outro mundo é possível”, o FSM reuniu cerca de 20 mil pessoas, que representavam movimentos sociais, organizações não governamentais, universidades e instituições da sociedade civil do Brasil e do exterior. O evento recebeu ampla cobertura da mídia nacional e internacional.