24 de março

Tanques do Exército ocupam refinarias

Num retrocesso democrático, governo reprime greve com uso da força

Em reação à decretação de uma greve nacional dos petroleiros, o governo determina a ocupação pelo Exército de 10 das 11 refinarias da Petrobrás. O Executivo justifica a medida alegando que o estoque de derivados de petróleo no país estava em nível crítico devido à greve dos portuários.

As autoridades invocaram também razões de segurança. Segundo o governo, em 1983 uma greve na refinaria de Mataripe, na Bahia, quase teria causado um acidente de graves proporções. As explicações não convenceram a opinião pública, sobressaltada pela envergadura da ação militar, descabida num regime democrático. Não era para menos: a última e única ocupação militar de refinarias da história do Brasil havia ocorrido durante o golpe de 1964.