22 de novembro

Chuvas matam 155 em Santa Catarina

Tragédia é o maior desastre ambiental no país desde 1974; população se solidariza

As fortes chuvas que tiveram início na madrugada de 22 de novembro de 2008 em Santa Catarina deixaram 155 mortos, grande número de feridos e milhares de desalojados – muitos dos quais perderam definitivamente suas casas e tudo que nelas havia. Enchentes e desabamentos decorrentes das chuvas fizeram do episódio a maior tragédia ambiental da história do Estado e a maior do país desde 1974.

No total, mais de 1,5 milhão de catarinenses foram atingidos. Com grande parte da malha rodoviária destruída, o Exército montou uma operação de guerra para o resgate dos que se encontravam em locais de difícil acesso, principalmente em comunidades rurais, isoladas dos centros urbanos. 

A tragédia mobilizou o país em uma campanha de solidariedade ao povo catarinense. Além das toneladas de mantimentos, roupas e materiais de higiene, foram arrecadados R$ 33 milhões em campanhas de doação. O Governo Federal disponibilizou 1,6 bilhão de reais ao Estado e municípios catarinenses. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou o saque ilimitado do FGTS aos beneficiários do estado.