23 de maio

Unasul fortalece aliança regional

Bloco de 12 países estreita integração econômica e política na América do Sul

Em 23 de maio de 2008, os chefes de Estado das 12 nações da América do Sul assinam o Acordo Constitutivo da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Brasil e Venezuela tiveram papel de destaque nas articulações para sua construção. A Unasul abrange duas áreas de mercado comum: o Mercosul e a Comunidade de Países Andinos (CAN).

A Unasul surge como organismo de integração regional com o objetivo de estabelecer um novo polo de referência internacional no cenário da nova ordem política e econômica global. O desafio é construir um pensamento estratégico integrador nos campos político, econômico e social, que una os povos, inove nos processos de inclusão e supere os entraves burocráticos.

A Unasul se coloca como uma instância independente da influência política e econômica direta dos Estados Unidos, prevendo inclusive a integração militar entre os países-membros. 

Apesar da diversidade dos seus integrantes, com políticas externas e econômicas por vezes até divergentes, a Unasul se conformaria como importante instância da política regional, propondo-se a estabelecer uma nova área de livre comércio até 2019.